SEJAM TODOS BEM-VINDOS!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

MASTRO BASTIÃO - Ronaldo Silva


MASTRO BASTIÃO

Sertão de lago,
palafita escura
depois do verão,
a chuva aqui faz invernar
Encharca a terra
com água barrenta
alagando de vez,
ligeireza de raio
Despenca moinho
vergando nos galhos
de vento de açoite,
de tanto girar
Chove miúdo
nos campos de Cachoeira
vi chegar mês de janeiro
vejo Bastião passar
Mastro "porrudo"
vem trazido lá do Teso
te juro que não careço
desse macho "arrecuar''
meteu cabeça,
é mais embaixo a "recalçada"
e o cara foi dar com cara
pra aprender me respeitar
Chove miúdo
nos campos de Cachoeira
e um vaqueiro sem costela
eu nunca vi nada pior
Anda "avexado"
o jeito é só criar novilha
que as maravilhas
nunca pode apreciar
vai carga pensa no
ponteio da viola
ligeiro vai sem demora
pro tio Lero "bulerá"
Convide a dama
pra dançar um chalalá
dança menina, dança rapaz.

*****
RONALDO SILVA - Compositor, percussionista, cantador e pesquisador. Desenvolve trabalho voltado para o fomento e valorização das linguagens e ritmos da Amazônia brasileira.
Idealizador e fundador do grupo Arraial do Pavulagem.

*

Nenhum comentário:

Postar um comentário