SEJAM TODOS BEM-VINDOS!

sábado, 10 de novembro de 2012

DALCIDIAR - de Jeová de Barros - Homenagem à Dalcídio Jurandir, o maior romancista da Amazônia.


DALCIDIAR

Dalcidiar é um verbo
que se conjuga com a chuva
com a queda da manga
com canto da Iara
É um verbo parauara
que a gente vai conjugando
e o tempo vai mundiando
e devagar vai cercando
pode até enfeitiçar

Tem a força do apuí
por ser um verbo daqui
envolve quem conjugar

É o canto do Uirapuru
que conjuga em tempo eterno
o Pará tem esse verbo
que pode o tempo parar.

*****

Jeová de Barro, o "Poeta de Barro" é professor, escultor, poeta e ilustrador, participa da cena literária paraense em saraus escolares, movimentos culturais e com publicações de suas obras. É autor dos livros " Manga com febre" e "Diga-se de passagem", além de ter poemas publicados em antologias poéticas locais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário