SEJAM TODOS BEM-VINDOS!

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Meio Ambiente, Açaí e Farinha: Reino Marajó

Meio Ambiente, Açaí e Farinha: Reino Marajó:     Foto: Instituto Peabiru.  http://peabiru.org.br/multimidia-2/galeria-de-imagens/viva-marajo/#jp-carousel-995                       ...

sábado, 26 de outubro de 2013

CABOCL@RTES 53

A PRAIA - Óleo sobre painel 40 X 60

Velha Pobre, Praia Verde

Estou deitado,
E a Velha Pobre
Me observa,
Medita,
Conclui
Que na metade da vida
Eu tenho ainda escondidas
A fé, a esperança e a crença
Que as fendas encerram
Uma maré e começam
Uma bela Praia Verde
Pequena em mil
 Praia Verde,
Pequena em mil
Extensões
Como olhando longe
Mil horizontes
Você me entende?
Eu falo de mil
Praias Verdes

O Amazonas
Empurra a gente
Para encontro
Tímido à pedra
A Velha Pobre segura
Mesmo que cause fissura
Pra parar, olhar e sentir
Que a agonia dos dias
Aqui eu nunca sentiria
No vento da Praia Verde
Pequena e infinita
Impressões
Como nascer sempre e sempre
No merecer
Você me entende?
Eu falo de infinitas
Praias Verdes

Praias
 Verdes

Autor: Carlos Augusto Pantoja Ramos, paraense, nascido em Portel, registrado em Belém e criado no Jari.

domingo, 20 de outubro de 2013

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

terça-feira, 15 de outubro de 2013

ARGUIDÁ - Ezequias Moreira da Silva, poeta marajoara


ARGUIDÁ
Ezequias Moreira da Silva


o tar do arguidá
num selvi só p'amassá
açaí bacaba patauá

selvi pa fazê paçoca
guardá goma de tapioca
farinha de mandioca

selvi pa guardá tucupi
azêti de pacaxi
farofa de piracuí

e até cárni sargada
sardo da lida:
FARDO DA VIDA!
*

Do autor: EZEQUIAS MOREIRA DA SILVA, nasceu na cidade de Portel - PA no dia 21 de Janeiro de 1968. É o segundo dos oito filhos do pequeno comerciante José Maria da Silva e da professora Maria Moreira da Silva, é casado com a professora Lene Resende. Formado em Letras pela UFPA e Pós Graduando pela mesma entidade no Curso de Especialização em Língua Portuguesa: Uma abordagem Interacional, já trabalhou como professor nos municípios de Portel, Oeiras do Pará e, atualmente trabalha em Bagre. Além de poeta, é músico e pintor  e já participou de alguns concursos de música evangélica, sendo premiado em alguns. Sua participação na III ANTOLOGIA LITERÁRIA DO MARAJÓ, é a realização  do grande sonho de ver suas obras publicadas em um veículo de circulação maior.