SEJAM TODOS BEM-VINDOS!

quinta-feira, 6 de março de 2014

CABOCL@RTES 60

Flores - óleo sobre mini telas tam 16 X 24


CANTO DE AMOR E PAZ

Meu canto hoje quer descanso,
quer sossego de remanso,
cadência de maresia;
quer dengo e chuva fina,
trinado de sururina
saudando o nascer do dia.

Meu canto hoje só precisa
do sopro leve da brisa
para sem peias voar;
não quer a força do vento,
o poder do pensamento
nem as funduras do mar.

Em vez de peso do malho,
quer a carícia do orvalho,
quer a candura da flor;
não quer suor, não quer briga,
quer a paz de uma cantiga
e um simples gesto de amor.

*
Autor: Antonio Juraci Siqueira, poeta marajoara de Cajary, município de Afuá. Possui mais de 80 títulos individuais publicados, entre folhetos de cordel, livros de poesias, contos, crônicas, literatura infantil, histórias humorísticas e versos picantes. Colabora com jornai, revistas e boletins culturais de Belém e de outras localidades, além de contar com mais de 200 premiações literárias em vários gêneros, em âmbito nacional e local.


Nenhum comentário:

Postar um comentário