SEJAM TODOS BEM-VINDOS!

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

MARAJÓ - poeta marajoara Itamar Vasconcelos Jr.

MARAJÓ

Sou marajoara
De corpo de barro

Minhas veias são rios
E meu sangue é doce
Transfigurado em lendas
De pele queimada
De corpo suado

Sou dos campos
Moro nas florestas

Sou dos Marajós
Como bem diz Pacheco

Sou peixe, búfalo
Açaí, leite e borracha

Filho de Duarte
De Ponta de Pedras

Sou de Chaves
Soure e Melgaço
Sou dos lagos
Sou fauna e flora
Sou margem
Sou Joanes

Marinatambal
 *
Itamar de Vasconcelos Ribeiro Jr. - nascido no município de MELGAÇO em 08 de Agosto de 1986, desde pequeno é apaixonado pelos livros, Foi no teatro que Zack, como é conhecido, destacou-se em sua vida estudantil, criando peças magistrais que retratam  seu ponto de vista sobre a vida. Morou dois anos em Belém, onde conseguiu produzir um grande número de poesias já com uma perspectiva puramente social, nunca deixando de lado suas raízes e o orgulho que sente ao dizer que é marajoara. Sua poesia pulsa intensamente denunciando o descaso a que muitas vezes o ribeirinho marajoara é relegado. Seus versos, de um lirismo incontido, mostram as mazelas sociais às quais nosso povo está submetido, mas também revelam as belezas naturais e culturais do encantador arquipélago marajoara. Fonte: IV Antologia Literária do Marajó.

Nenhum comentário:

Postar um comentário