SEJAM TODOS BEM-VINDOS!

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

PRITINHO - diminutivo da planta gigante - Flávio de Brito


Açaí de pele crepuscular,
Palmeira de origem ilustre,
Planta possante,
Bom mesmo é com farinha.

Palma que arrebata os japiins e sabiás,
Guarda o tesouro de múltiplos povos,
Teus filhos são de graúdo tamanho,
Paneiros nas bordas dos rios.

Açaizal,
Tens a alvitre de muitas puerícias...
"Trepar em tu mano" Latim?
Não... É paraense.

Traz montarias de conglomerados cantos,
Que bom o ano inteiro.

E lá na cidade principal da Amazônia,
Os açairenses vão marchando para o almoço encharcado
Ele o "pritinho",
Vai sustentando a laboração de muitas jornadas contemporâneas.

Belém e mais Belém...
Santarém e mais Santarém...
Marajó e mais Marajó...
A Região do Salgado e mais salgado...
Afinal,
Quando os "carocinhos" entram nos terreiros,
As bocas estremecem, as cuias riem,
E as farinhas permanecem ainda mais desidratadas...
"Eita" "bichinho"querido por milhares deste chão.

Açaí, lábios da noite,
Égua que fruta gostosa!
Fruta ou semente?
Não sei...
"Açaiense" ou "açairense"?
Locuções destas terras caboclas...
E os lábios...
Vão ficando roxinhos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário